Explorar o centro da cidade, os espaços públicos e movimentar de forma independente o circuíto de arte. Essa é uma tendência cada vez mais forte em São Paulo, que a cada semana ganha novas galerias e centros culturais experimentais. É o caso do .Aurora espaço dedicado às artes visuais recém-aberto pelos artistas Bel Faleiros, Gabriel Gutierrez, Diogo Lucato e Francesco DiTillo, na Rua Aurora, ao lado da Praça da República.

imagem1

Além de funcionar como atelier dos artistas – e contar com as mesas, as bagunças e as criações deles, que fazem parte do cenário -, o .Aurora promove exposições, lançamentos e também oferece publicações especiais de tiragem limitada, como catálogos, postais, textos e registros de artistas lado b, todas à venda.

imagem 2Detalhe de trabalhos que podem ser adquiridos no .Aurora

Um dos destaques do .Aurora é o projeto Vitrine, dedicado a artistas iniciantes e sem galerias, que ganham um espaço para ocuparem à sua maneira. A cada 4 participantes do Vitrine, um ciclo se fecha e uma exposição coletiva é realizada com todos os artistas.

O muro no lado de fora do espaço envidraçado funciona como um anexo da galeria e recebe alguns dos trabalhos das exposições que acontecem no .Aurora.

imagem3

No muro do .Aurora, os lambe-lambe de Gabriel Gutierrez

Imagem10

A janela com vista para a Praça da República.

Por ser um espaço democrático e colaborativo, a entrada do .Aurora é gratuita. Afinal, arte é para todos!

Fotos: reprodução

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *