David Bowie se foi e vai deixar MUITA saudade. Foram 69 anos dedicados a nos fazer sorrir, chorar e até mesmo dançar com as suas músicas incríveis. Bowie foi uma verdadeira estrela e a gente não poderia deixar de relembrar os porquês dele ter influenciado tanta gente:
1. Let’s Dance
Pop e David Bowie poderiam ser facilmente sinônimos. Se você acha que nós estamos exagerando tente achar alguém que não conheça NENHUMA música do britânico. O cara emplacou inúmeros hits ao longo dos seus 26 álbuns. Os três mais populares do Spotify Brasil são “Life On Mars?”, “Heroes” e “Let’s Dance”.
O mais legal é que esses sons não tem nada a ver um com o outro: o primeiro é uma crítica a mídia acompanhada de um piano dramático, o segundo ajudou a derrubar o muro de Berlim e o terceiro vai fazer você dançar.

BowieCadeira

Não é a toa que Bowie foi apelidado de camaleão. Além de ter mudado de visual muitas vezes ao longo dos anos, ele também lançou discos com sonoridades bem diferentes. Folk psicodélico, rock com influências da soul music, da disco, da música eletrônica e mais recentemente do jazz. E tudo isso sem perder a qualidade. Esse é um dos motivos dele agradar tanta gente 🙂
2. Changes
David Bowie foi Major Tom, Ziggy Stardust, Thin White Duck, Aladdin Sane e muitos outros personagens que a gente não teve a oportunidade de conhecer. O cara era um artista tão completo que criou um alter-ego pra cada uma das suas fases musicais.

MutaçãoBowie

Ziggy Stardust, de 1972, é COM CERTEZA o mais famoso deles. O personagem andrógeno de cabelos ruivos e botas de plataforma simbolizou a fase glam rock de Bowie. A evolução dele é Aladdin Sane, o alienígena que protagonizou essa imagem icônica aqui:

Aladdin Sane

Outro alter-ego queridinho da galera é Major Tom. Um astronauta que sai flutuando pelo espaço após perder a comunicação com a Terra. Ele foi inspirado no filme “2001: Uma Odisseia no Espaço” e aparece em músicas como “Space Oddity”, “Ashes to Ashes” e “Hallo Spaceboy”.
3. Heroes
O que muita gente não sabe é que além de músico, Bowie também foi produtor. O britânico ajudou alguns amigos a alavancar na carreira.

BowieIggyLou

O primeiro disco que ele produziu foi nada mais, nada menos que o icônico “Transformer”, do Lou Reed, que contém músicas memoráveis como “Walk On The Wild Side”, “Perfect Day” e “Satellite Of Love”. Também produziu “Raw Power”, do The Stooges, e “The Idiot”, primeiro álbum solo do Iggy Pop.
4. Sound & Vision
Outro ponto forte da carreira do David Bowie foram as colaborações com designers, fotógrafos e cineastas. Parte dessas parcerias pode ser observada na exposição FANTÁSTICA que rolou no Museu de Arte e Som (MIS), de São Paulo, no ano passado.

BRITAIN-ART-MUSIC-BOWIE

O evento foi INCRÍVEL e, claro, que a Youcom não ficou de fora. Além de patrocinar a exposição, nós também desenvolvemos botons e uma coleção inspirada no camaleão. Olha, que linda:

BowieExposição

5. Modern Love
Bowie também foi ator. “O Homem que Caiu na Terra”, de 1976, “Christiane F.”, de 1981, e “Labirinto”, de 1986, são as suas passagens mais memoráveis pelas telonas.

Labirinto

Não foram só os personagens que Bowie interpretou que ficaram na memória dos cinéfilos, o britânico protagonizou diversos filmes através das suas músicas. Quem não se lembra da cena do túnel de “As Vantagens de Ser Invisível” ao som de “Heroes”?

Ou a de Frances, em Frances Ha, correndo ao som de “Modern Love”?

“The Runaways”, “Bastardos Inglórios”, “Dogville” foram tantas soundtracks BRUTAIS…
6. Lazarus
Não satisfeito em ter criado TUDO isso que acabamos de citar, David Bowie resolveu deixar um presente de despedida pra gente: o álbum “Blackstar”, lançado 2 dias antes da sua morte. Pra alguns pode soar como uma teoria conspiratória, mas no próprio vídeo de “Lazarus”, Bowie já dá a entender que sabia que ia morrer.

Logo no começo do clipe, ele canta: “Olhe aqui, eu estou no céu. Tenho cicatrizes que não podem ser vistas. Olhe aqui, cara, eu estou em perigo. Não tenho nada a perder”, enquanto sofre em uma cama de hospital. No final do vídeo, ele se refugia em um armário escuro que lembra um caixão. Pra completar, a última conta que o cara seguiu no twitter antes de morrer foi a de Deus. Gênio <3

Bom, se depois de tudo isso você não tiver virado fã do cara. Dê uma olhadinha nesse site aqui: http://supbowie.com/

Comentários estão fechados.