Admite aí: nas profundezas do seu disco rígido existem aquelas músicas que você só escuta escondido. Aquelas faixas que um dia você amou, idolatrou, decorou, mas agora faz de conta que não. Só que é só dar play que uma onda de nostalgia te invade e você percebe que ainda sabe cada verso até de trás pra frente.

É, a gente sabe: são os seus guilty pleasures. Tá, calma, não precisa se justificar.

Viemos em uma missão de paz. Já dizia Bernard Sumner, vocalista do New Order, que “culpa é um sentimento inútil”. O melhor mesmo é relembrar e abraçar o adolescente que ainda vive em você.

Então vem: selecionamos os 5 maiores guilty pleasures musicais que a gente SABE que você ainda escuta (e vai amar ouvir mais uma vez), mesmo que seja de fone de ouvido fazendo cara de paisagem.

1. Evanescence:

Era o auge dos anos 00’s e você queria ter cabelos negros e esvoaçantes como os de Amy Lee. Ou também, ser o Shaun Morgan de Seether em “Broken” para fazer parzinho com a musa gótica. Comemorava quando a Sarah Oliveira anunciava no Disk MTV que “My Immortal” tinha ficado em primeiro lugar e sabia entoar os versos sofridos um por um. É, você era fã. Tão fã que ainda escuta “Bring Me To Life” até hoje. E vai dizer, esse clipe ainda é incrível:

2. Good Charlotte:

Gêmeos e emos. Cabelos espetados emplastados de gel e franjas sobre os olhos. Preto. MUITO preto, mas também o início da moda das roupas listradas estilo Beetlejuice. Vários piercings. Hits eternos do pop punk (ok, muito mais pop do que punk). E isso tudo em uma só banda. A gloriosa Good Charlotte. Você finge que não. Paga de coolzão, mas ainda enlouquece quando o refrão de “I Just Wanna Live” toca. Nem vem:

3. My Chemical Romance:

Desabafa: você ouvia “Teenagers” e se achava um emo muito do roqueiro, né?! Tá de boa. My Chemical Romance era uma banda boa mesmo. Acabou em 2013 (lágrimas borradas com lápis de olho preto), mas o maior show dos caras rolou em 2011 no Reading Festival. Gerard Way de madeixas vermelhas e destruindo no palco. Demais, mas o que você quer mesmo ouvir é “Helena”, né? Cantando junto em 3, 2, 1:

4. Panic! At The Disco

Essa é clássica dos cancioneiros emo. Fica difícil até escolher um hit só de tantas faixas nostálgicas que existem. E ah, convenhamos: os caras fizeram coisas bacanas. Fizeram a música “Lying Is The Most Fun A Girl Can Have Without Taking Her Clothes Off”, cujo título (gigantesco) é uma frase que a Natalie Portman recitou de peruca rosa no filme “Closer”. Tem também “New Perspective”, faixa que entrou pra trilha do filme “Jennifer’s Body”, aquele trash de terror que tem *ninguém menos* que Megan Fox de vilã.

É um guilty pleasure quase sem a parte do ~guilty~. Então curte aí a que mais dá saudade:

5. Hanson:

Afaste os móveis da sala. Coloque uma roupa confortável. É hora de ouvir MMMBop à todo volume e dançar enlouquecidamente pra matar a saudade. Como não amar os três irmãos loirosos e cabeludos que derretiam os corações das 9vinhas nos anos 2000? Dispensam apresentações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *