Se você nunca usou um aplicativo de relacionamento (leia-se Tinder, Happn e afins), certamente tem um migx que já usou. Ou, no mínimo, você já ouviu histórias engraçadas que envolvem esses apps. Pois bem, a gente se sentiu na obrigação de desabafar sobre coisas que SÓ acontecem com quem usa essas ferramentas de date. E além: no fim, vamos dar umas dicas de sobrevivência de quem tem experiência de verdade no assunto. Let’s?

 

1. Entrar no app e dar de cara com o/a ex.

Nunca é divertido.

 

2. Cruzar por colegas de trabalho ou familiares.

E depois vocês trocam uma risadinha envergonhada.

 

3. Receber ~superlikes de conhecidos.

NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!

 

4. A conversa sempre começa do mesmo jeito: “Oi, tudo bom? O que você faz? e blá blá”.

CHEGA.

 

5. Fica pior: a conversa morre depois desse discurso pronto.

O maior clichê.

 

6. O app trancou e você deu superlike numa pessoa aleatória.

SOCORROOQUEEUFAÇOAJUDALUCIANOOMG

 

7. Passar por pessoas com “gostos peculiares”.

Você sabe do que estamos falando.

 

8. Ver que a pessoa com quem você está falando seguidamente entra o tempo todo no app.

Tudo bem que vocês se conheceram lá, MAS NÉ.

 

9. Passar por uma pessoa, não dar like, e ela vir falar com você em outra rede social.

Hã… com licença.

 

10. Zerar o aplicativo e não dar like em ninguém.

A coisa tá difícil, meus amigos.
Agora que você já sofreu um pouquinho junto com a gente – e se identificou loucamente – é hora de darmos algumas dicas pra sair desse cenário de vez. Bora?

1. Dê aquela stalkeada antes de dar um like: poupe-se de pessoas que com certeza não vão agregar! Cate os amigos, os interesses, as redes sociais, pergunte pra terceiros. Informações privilegiadas são sempre bem-vindas.

2. O seu perfil é importante: coloque fotos atuais e que te representem, e procure quem faz o mesmo. Caso queira escrever uma descrição, seja sucinto, afinal, as pessoas estão ali para se conhecerem na conversa (é o que a gente gosta de acreditar, né mores).

3. Faça você a diferença: não espere que só te procurem, vá atrás, puxe conversa. Não demonstrar interesse já era, não leva ninguém a lugar algum, ok?

4. Já que você analisou o perfil da pessoa, vale conversar sobre os seus interesses em comum (ou só dela, é claro).

5. Faça perguntas! Como vocês vão se conhecer se ninguém puxar o bonde? Não tenha vergonha e extraia informações da criatura.

6. SAIA DO APP! Migre a conversa para o whats app, afinal, todo mundo sabe que os chats desses aplicativos são ruins – e extremamente impessoais.

7. Não se esqueça: se não der em nada, TUDO BEM. Você está lá para conhecer pessoas, e nem sempre você vai conhecer pessoas que te interessem.

8. Não desista! Talvez a maioria dos contatinhos não rendam em nada, mas talvez você encontre aquele que vai te convidar para um date.

Agora que você já é expert no assunto: RUMO AOS MATCHES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *