Sabe a lista dos singles mais vendidos do mundo?

Não, não estamos falando de tráfico de corações solitários, evidentemente. São os singles da música – aquelas graaandes canções que são lançadas sozinhas pra divulgar um disco novo, ou um artista novo.

E aí acontece, claro, que algumas dessas estouram e vão direto pro topo da parada: são as mais vendidas, as mais escutadas, as antigas mais pedidas das rádios.

A gente descobriu quais são elas e conta tudo, tudinho aqui pra você. Pra celebrar os singles, já que dia 15 é Dia dos Solteiros e temos MUITO o que celebrar. 😉

 

1. White Christmas, de Bing Crosby (lançada em 1942)

A canção-tema do filme White Christmas foi de trenó e desceu no topo da lista dos singles mais vendidos do mundo com a facilidade e a desenvoltura de uma rena de nariz vermelho. Desbancou Simone e vendeu mais de 50 milhões de cópias no mundo todo. Então é Nataaaaaal Braaaanco…

 

2. I Want to Hold Your Hand, The Beatles (lançada em 1963)

Claro que os rapazes do Quarteto Fantástico figurariam nesta lista – afinal, se tem “ranking”, “música” e “melhor” na mesma frase, tem que ter Beatles, néam. Não estão lá no Top 5 (porque tem muita música de Nataaaaal…), mas a baladinha produzida em Liverpool criou a beatlemania mundial e segura o seu Tchan na 17ª posição das canções mais comercializadas do mundo, com 12 milhões de cópias.

 

3. (I can’t get no) Satisfaction (lançada em 1965)

Stones tinham de entrar neste ranking em algum lugar. Distantes dos 10 mais vendidos do mundo, mas com uma música que estreou nas paradas dos EUA direto em primeiro lugar – o primeiro primeiro lugar que os Stones conquistaram por lá. Casa de ferrero, espeto de pau (pun intended): na Inglaterra, Satisfaction tocava só em rádios piratas, porque os censores julgavam a letra muito ~sexual~. Demorou, mas virou o quarto hit inglês na história da banda.

 

4. Candle in the Wind, de Elton John (lançada em 1997)

A década de 1990 viu muito som incrível na hit parade, mas nenhum apagou a chama de Candle in the Wind, aquela música que Elton cantou no funeral da Princesa Diana. Claro, toda vez em que se fala em Lady Di, esse single (regravado e lançado pelo cantor naquele setembro mesmo) toca no fundo. Bingo. Virou a segunda música mais vendida da história, com 33 milhões de cópias.

 

5. Foolish, de Ashanti (lançada em 2002)

Poucos conseguiram o feito de Ashanti: lançou o primeiro single da carreira e se tornou a maior música de 2002. Aliás, virou um dos 10 singles mais vendidos do século 21. Ficou 10 semanas como #1 na Billboard. Viu que se lançar com single dá negócio?

 

6. Poker Face, de Lady Gaga (lançada em 2009)

As inimigas podem fazer a poker face, mas Lady Gaga lança #1 single atrás de outro e ainda samba na cara da sociedade depois ganhando prêmio atrás de prêmio. Poker Face vendeu 9,8 milhões de cópias e se tornou o principal hit do ano. Oh, oh oh oh oh…

 

7. Happy, de Pharrell Williams (lançada em 2014)

Pharrell e seu chapéu foram os mais felizes do ano passado: venderam 14 milhões de cópias, lançaram uma febre de clipe colaborativo e ainda zoaram com todo mundo nas premiações. TODO MUNDO QUERIA SER HAPPY EM 2014. Sdds.


8. Blank Space, de Taylor Swift (lançada neste ano)

Sucesso total de crítica e público, Blank Space mal nasceu em janeiro deste ano e super virou história. Fez de Taylor a primeira mulher a se suceder no topo da parada (ela estava em #1 com Shake it Off antes). Taylor nos representa, meninas. <3

 

Agora que você já sabe quais os singles que merecem destaque na história da música, que tal dar uma olhada aos singles que merecem regram no Instagram da Youcom?

Comentários estão fechados.