Não é de hoje que a Austrália é o país de origem de várias bandas bacanudas. Não sabemos o que existe na água daquele lugar, mas Cut Copy, Jet, Wolfmother, Empire of The Sun, Tame Impala (entre milhares de outras) além das clássicas AC/DC e Silverchair, são de lá <3
Para que o amor com o país da Ilha da Tasmânia continue tocando em nossos corações e playlists, separamos mais 10 novas bandas que estão fazendo sucesso por lá:

1.New Navy

NewNavy

Formada originalmente em uma pequena praia ao sul de Sydney em 2011, o New Navy começou dividindo palcos com o Wolfmother, mas depois de uma temporada em Bali, a banda mudou o direcionamento sonoro para – como eles mesmo definem – uma vibe tropical relaxante. O New Navy só lançou um delicioso EP até agora, chamado Ulluwatu.

Pra quem curte: Two Door Cinema Club
Sugestão de consumo: manhãs, manhãs de domingo ensolaradas, em qualquer horário na praia.

2.San Sisco

san cisco

Você já deve ter ouvido falar da sensação australiana San Sisco. Formada por quatro adolescentes que se conheceram na mesma escola em Fremantle, a banda começou com o nome de King George, mas mudaram antes de assinar com a Abert Records, selo que décadas antes revelou os conterrâneos do AC/DC. A banda já tem uma discografia considerável e recentemente divulgou que está novamente em estúdio.

Pra quem curte: Vampire Weekend
Sugestão de consumo: Quando precisar de um ânimo extra no trabalho ou para cantar no chuveiro.

3.Jagwar Ma

Jagwar Ma

Já vieram ao Brasil em Março deste ano e pra quem curte um som psicodélico, com sintetizadores divertidos e vocais viajadões, Jagwar Ma é a banda certa. Formada em Sidney em 2011, o duo lançou em junho do ano passado o álbum de estreia Howlin pelo selo australiano Future Classics. São parceiros do Foals e The XX e já receberam elogios de Noel Gallagher.

Pra quem curte: Tame Impala e Primal Scream
Sugestão de consumo: Road trip ou a caminho da balada.

4.Mitzi

Mitzi

Mitzi é um quarteto que começou a colocar músicas no Soundcloud em 2010 e logo depois, a Future Records – a gravadora mais cool da Austrália – lançou o primeiro álbum da banda, o Truly Alive. O som é uma viagem as referências new wave dos anos 80 com grooves futurísticos. Parece demais pra você? Experimenta 🙂

Pra quem curte: Breakbot
Sugestão de consumo: pré-balada, final de tarde.

5.Panama

Panama2

Panama é o conjunto musical de cinco caras de Sydney. O vocalista, Jarrah McCleary estudou piano clássico na infância, instrumento que se encaixa perfeitamente com algumas das melodias eletrônicas e pegajosas da banda. Panama tem dois EPs lançados e o último, intitulado Always, foi gravado em Los Angeles com participação do Jim Orso (Hot Chip/Holy Ghost) tocando bateria em algumas faixas. O disco foi produzido por Eric Broucek que já trabalhou com LCD Soundsystem e Cut Copy.

Pra quem curte: Holy Ghost!
Sugestão de consumo: na estrada, em casa com os amigos.

6.Cadillac

Cadillac_Blog

Ainda não há muito sobre a Cadillac (não confundir com a banda espanhola de mesmo nome dos anos 80) no maravilhoso mundo da internet. Mas os dois EPs, lançados pelo selo Future Records estão disponíveis para quem quiser curtir uma mistura de bases eletrônicas com solos de guitarra e pianos. Como toda a banda australiana, o rótulo eletrônico significa grooves irresistíveis. <3

Pra quem curte: Chromeo, Flight Facilities
Sugestão de consumo: perfeito para dias e noites de verão.

7.Flight Facilities

flight-facilities-2-online

Hugo and Jimmy são os responsáveis pelo Flight Facilities. Em 2009, a dupla começou a carreira mixando outros artistas antes de começar a produzir as próprias músicas. Mas quando começaram, lançaram de cara uma das músicas mais legais dos últimos tempos: Crave You. A partir dela, rodaram o mundo- tocando inclusive no Brasil no Meca Festival em 2013.

Para quem curte: Daft Punk, Breakbot
Sugestão de consumo: final de tarde, café da manhã de domingo.

8.Chet Faker

Chet_Faker

Um dos artistas mais importantes na Austrália atualmente. Com apenas 24 anos, Chet Faker – que tem esse nome por causa do clássico jazzista Chet Baker – foi parar no topo dos charts australianos com o lançamento do seu álbum de estreia, (e forte candidato a melhor do ano) Built On Glass. A sonoridade do Chet Faker é difícil de definir. É calmo e relaxante, com sonoridades influenciadas pelo soul, jazz e trip-hop. Tudo com uma sensibilidade incrível.

Para quem curte: Radiohead
Sugestão de consumo: dias calmos e introspectivos.

9.Flume

Flume-560x373

Flume é o projeto de música eletrônica criado pelo músico, DJ e produtor Harley Streten em Sydney. Flume começou a produzir suas músicas aos treze anos de idade, com um disco de produção básica que veio de brinde em uma caixa de cereais. Atualmente com 22 anos, toca nos maiores festivais de música do mundo (esse ano ele foi uma das atrações do Lollapalooza Brasil) e tem uma parceria consolidada com o acima citado, Chet Faker.

Para quem curte: Disclosure
Sugestão de consumo: aquece com os amigos, na balada.

10.Flume + Chet Faker

flume+chetfakerblog

Além do som o Flume e do Chet Faker, você precisa conhecer o que esses dois australianos fazem juntos. A parceria começou com o Chet Faker emprestando seus vocais inconfundíveis para algumas faixas do disco de estreia do Flume. No mesmo ano, os parceiros de gravadora – a já citada mil vezes nesse post Future Classics, lançaram um EP colaborativo com apenas 3 faixas chamado Lockjaw.

Para quem curte: Flume, Chet Faker, Daft Punk
Sugestão de consumo: pré-balada, na balada, pra cair na estrada.

Compilamos as melhores faixas desses artistas em uma playlist! Passa no nosso perfil do Rdio ou Grooveshark para conferir 🙂
► Rdio http://goo.gl/DhqtS8
► Grooveshark http://goo.gl/vMmzk1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *