Você economizou uma grana pra viajar e, chegou lá, as atrações culturais eram caras o bastante pra fazer você sair do seu orçamento logo no primeiro dia? #Chatiado?

Pois, nós também.

Por isso a gente estava pensando em lugares pelo mundo que oferecem arte e diversão pra todos os bolsos; basta você decidir qual é o seu preferido.

Eles ficam na rua, são de graça e cheios de coisas lindas pra olhar.

 1. Elizabeth Street Gallery, Sydney

O que começou com um projeto de um período determinado, virou uma galeria permanente a céu aberto. Há períodos de inscrições para artistas locais exporem seus trabalhos, e há planos de expansão por toda a terra do canguru.

Elizabeth Street Gallery

2. East Side Gallery, Berlim

Certamente uma das mais famosas do mundo. Isso porque a galeria tem 1.316 metros e se estende por esse um quilômetro do muro que restou. Isso mesmo, o muro que separava a capital alemã entre capitalistas e comunistas. Hoje, os mais de cem murais mostram exatamente o contrário: a união de povos através de artistas de todos os lugares, imagens internacionais e eventuais recadinhos deixados pelos visitantes do mundo todo.

east side gallery

3. G9 Galeria Pública de Arte, Jundiaí (SP)

O primeiro espaço destinado à arte de rua na cidade, a G9 Galeria Pública de Arte abriu em agosto de 2014 e faz parte do Museu Histórico e Cultural de Jundiaí. As exposições são selecionadas por meio de abertura de editais e, pra esse ano, está previsto o lançamento do primeiro catálogo da G9. Demais, né?

G9 Galeria Pública de Arte

4. Beco do Batman, Rua Gonçalo Afonso, São Paulo

No boêmio bairro paulista, a Vila Mariana, você encontra de tudo: cafés, lojinhas, restaurantes e arte. Um desses espaços, o Beco do Batman, é perfeito para um passeio durante o dia – que pode, ou não, terminar num dos vários barzinhos espalhados pelo bairro. 😉

Beco do Batman

5. Miami Design District, Miami

A cidade norte-americana mais falada dos últimos tempos merece estar na nossa lista. Porque ela não é só falada mundo afora pelo número CRESCENTE de brasileiros por lá (Romero Britto, OLAR), mas também por estar se tornando um dos centros artísticos e culturais mais importantes dos States. O Miami Design District, por exemplo, era uma área esquecida que foi transformada num distrito de arte. Lá estão grandes nomes do design e da moda (como Armani, Jonathan Adler, Versace e muito mais). Partiu? 😛

Miami Design District

6. Cerro Allegre, Valparaíso, Chile

A cidade litorânea é a segunda maior do país, mas compete pelo primeiro lugar com a capital chilena em beleza e cultura. Principalmente na área de Cerro Allegre e suas infinitas cores. O arco-íris arquitetônico é cortado por diversos becos, como o Fischer, que apresentam a versatilidade da cultura local: grafite, cor, arte, comida e moda completam o passeio por ali.

Cerro Allegre

7. The High Line, NYC

É o minhocão mais cool do mundo! O parque linear construído ao longo de uma estação ferroviária abandonada virou o passeio preferido dos gliteratti. Ao longo dos seus quase 2,5 quilômetros, diversos murais de grafite completam a paisagem criada pela vegetação natural. Nos galpões desativados, há cafés, lojas, museus e escritórios de design abertos à visitação. Mainstream, but AWESOME!

The High Line

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *