Diamonds, da Rihanna, Pretty Hurts, da Beyoncé, Toxic, da Britney. Você provavelmente já cantou algum desses hits. Até aí não tem segredo nenhum. O que ninguém sabia é que a Sia é a compositora por trás de todos esses chicletes. Depois de passar anos fazendo um SUPER sucesso no anonimato, a australiana resolveu lançar carreira solo, mas com 1 condição: ter a identidade preservada.

A forma como a cantora tem conseguido fazer shows, dar entrevistas e gravar clipes sem mostrar o rosto tem causado o maior auê! COMO ASSIM, sabe, quem é que NÃO quer ser famoso? Pode parecer estranho, mas ela ela não é a única. A gente conta tudinho aqui sobre essa história da Sia e de outros quatro artistas que andam bombando nas lojas Youcom.

 

1. Sia

“Eu simplesmente quero ser uma voz. Se as pessoas soubessem o que as estrelas enfrentam pra continuar no mundo das celebridades, ninguém iria desejar ser tão conhecido assim”, explicou a hitmaker. Já ouvimos esse discurso antes, não? A jogada de marketing SUPER inteligente anda fazendo os discos da cantora venderem que nem água e os holofotes voltarem pra ela a cada clipe ou entrevista que vai ao ar.

Nos clipes, por exemplo, Sia tem colocado a bailarina Maddie Ziegler, de 12 anos, pra dançar no seu lugar. Além de talentosa, ela é uma fofa! Olha só:

Recusar capa de revista? Que nada! Na Billboard, principal revista de música dos EUA, ela “apareceu” assim:

sia-billboard

E como ela faz pra dar entrevista sem aparecer? Nos talk shows, ela também anda inovando. No da Ellen Degeneres, cantou virada para a parede enquanto a mini Maddie dançava. Já no programa do Seth Meyer, convidou Lena Dunham, atriz de Girls, pra fazer uma coreografia:

Haja criatividade, hein? Até quando será que ela consegue arranjar formas novas de não aparecer?

 

2. Gorillaz

Aqui se esconder não é uma questão de timidez ou medo da fama. Damon Albarn já era líder do Blur quando criou o Gorillaz junto com o ilustrador Jamie Hewlett. O negócio deles era completamente artístico! Em 1998, bateu uma onda forte e a dupla resolveu montar uma banda virtual. Mas que DIABOS é isso? Os verdadeiros caras da banda, na verdade, são bonecos animados. Esses aqui ó:

gorillaz bonecos

Noodle, Murdoc, Russel e 2-D são projetados em uma tela gigante em todos os shows da banda. Enquanto isso, a banda “de verdade” fica por trás da cortina:

Mas a doideira não para por aí! Os álbuns da banda seguem a lógica do que foi contado no livro “Rise of the Ogre”. O bagulho é louco: mistérios, fantasmas, raptos e muitas aventuras. Depois de uma pausa, a banda prometeu voltar esse ano. O que será que vem por aí?

 

3. DAFT PUNK

Thomas Bangalter e Guy-Manuel nem sempre foram robôs. No começo da carreira, eles deram a cara pra bater, mas desde 1999 usam capacetes nos shows. “Nós não escolhemos virar robôs. Aconteceu um acidente no estúdio e tudo explodiu! Quando voltamos pra realidade, descobrimos que tínhamos virado robôs!”, explicou Thomas.

Na verdade, essa é a explicação ZUERA pro anonimato. A dupla já explicou que os capacetes servem para que as pessoas foquem em gostar da música deles e não na vida pessoal. Ouve aí um som dos caras:

 

4. SBTRKT

O nome já começa estranho, né? É de propósito! Pra manter o anonimato ao extremo, o dj escolheu essas letras aleatórias: “Prefiro não falar de mim como pessoa e deixar a música falar por si. Eu não sou uma pessoa social. Quero que outros DJs toquem minhas músicas porque são boas, não pelo meu nome!”

O projeto já remixou MIA, Radiohead, Modeselektor e outros nomes massa. Além do nome bizarro, o cara usa uma máscara assustadora nos shows:

SBTRKT

 

5. FRANK

SPOILER ALERT: essa última história não é sobre um artista, mas sim sobre um filme que tem tudo a ver com música!

Lançado em março aqui no Brasil, Frank conta a história do líder de uma banda de rock que precisa aprender a conviver com um garoto chato que quer tocar a todo custo no grupo. Até aí, tudo ok. O problema é que Frank usa um balão gigante na cabeça. Tipo aqueles infláveis pra crianças, sabe? O filme é MUITO legal, já ganhou vários prêmios e tá cheio de música boa. Olha o trailer:

Comentários estão fechados.